O Governo Federal decretou neste mês de maio os novos valores dos cortes no Orçamento da União. Desta vez a Educação, Transporte e Planejamento sofrerão junto um corte de R$7, 489 bilhões. A intenção do governo é aliviar as pressões sobre a política monetária e atenuar o aumento de juros pelo Banco Central.

Só na Educação o corte foi de R$1,3 bilhão em custeio e investimento. Somados desde o inicio do ano os cortes nesta área chegam a R$2,34 bilhões

 

Fonte: Globo.com

 

Como sempre as autoridades não estão interessadas em investir no crescimento educacional da população e quando investem muitas vezes a verba some no meio do caminho. O corte que deveria ser feito é dos impostos que estão sobrecarregando a população brasileira.

Sem educação não se combate a corrupção! Você não acha?

Deixe seu comentário.

Anúncios