Em uma reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo do domingo 16/05/2010 na página c4 relatava que mulheres pagam até 200 reais para manter suas roupas de peles de animas em uma espécie de geladeira para manter a qualidade da roupa. Esses 200 reais é tipo de uma mensalidade para a roupa ficar linda e em perfeito estado.

O QUE VOCÊ FARIA COM 200 REAIS ? FARIA A FEIRA, PAGARIA ALGUMAS CONTAS, COMPRARIA ROUPA PARA OS SEUS FILHOS?

A DESIGUALDADE NO BRASIL É TÃO GRANDE QUE EXISTEM PESSOAS COMO ESSAS QUE GASTAM CERCA DE METADE DE UM SÁLARIO MÍNIMO PARA MANTER A BELEZA DE UMA ROUPA DE PELE DE ANIMAIS.

EM NOSSA BANDEIRA ESTÁ ESCRITO ” ORDEM E PROGRESSO” ORDEM PARA MUITOS (TRABALHADORES) PROGRESSO PARA POUCOS (PATRÕES)

Anúncios

Após ofender o vizinho chamando-o de “preto sujo”, ele ainda teria desacatado a polícia ! 

 Foz do Iguaçu – O agricultor Erico Bullmann, de 64 anos, está preso desde sexta-feira na delegacia da Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, no Oeste do estado, acusado de racismo.

Segundo a Polícia Militar em Nova Santa Rosa, onde o caso foi registrado, Bullmann teria chamado o vizinho de “preto sujo” e de “negrinho” durante uma discussão na frente de dois policiais. Inafiançável e imprescritível, a punição para o crime de preconceito e discriminação racial está prevista na Constituição Federal – artigo , XLII – e tipificada no Código Penal – artigo 140 -, assim como no artigo 20 da Lei 7716 /89, com penas que variam de dois a cinco anos de prisão.   Leia mais>>

Fonte: Gazeta do Povo              

É… não é só no Paraná que existe este tipo de preconceito não, se você foi vítima de algum preconceito deixe um comentário?