JOHANNESBURGO: Na África do Sul, de cada dez profissionais da bandeja, sete são Zimbabuanos. Os outros três, muitas vezes, também são mais fingem que não, pois vivem ilegais no país. Todos vêm fugidos da pobreza que dizima o Zimbábue, onde a inflação é de 9.000.000%, a taxa de desemprego chega a 88% e a mortalidade infantil, a 102 óbitos por mil nascidos. Leia mais>>

Fonte: Globo.com

Porque estes imigrantes vagabundos não param de levar a AIDS e o preconceito para este povo da África? É tanto racismo, tanto preconceito, que chega a ser desesperador! Aí morrem aos montes, outros ficam desabrigados… Parece brincadeira meu amigo!

Deixe o seu comentário sobre este tipo de preconceito.

Anúncios

Após ofender o vizinho chamando-o de “preto sujo”, ele ainda teria desacatado a polícia ! 

 Foz do Iguaçu – O agricultor Erico Bullmann, de 64 anos, está preso desde sexta-feira na delegacia da Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, no Oeste do estado, acusado de racismo.

Segundo a Polícia Militar em Nova Santa Rosa, onde o caso foi registrado, Bullmann teria chamado o vizinho de “preto sujo” e de “negrinho” durante uma discussão na frente de dois policiais. Inafiançável e imprescritível, a punição para o crime de preconceito e discriminação racial está prevista na Constituição Federal – artigo , XLII – e tipificada no Código Penal – artigo 140 -, assim como no artigo 20 da Lei 7716 /89, com penas que variam de dois a cinco anos de prisão.   Leia mais>>

Fonte: Gazeta do Povo              

É… não é só no Paraná que existe este tipo de preconceito não, se você foi vítima de algum preconceito deixe um comentário?